Doenças


Linfoma Gástrico

O que é o linfoma gástrico?

O linfoma gástrico primário é um tumor oriundo das células linfóides associadas a mucosa (“MALT") Essa neoplasia é bem rara, representando menos de 5% dos cânceres de estômago.

Em 1991 foi publicada uma pesquisa na literatura medica mundial, a qual mostrava a associação da infecção pelo Helicobacter pylori em 92% dos casos de linfomas “MALT", sugerindo que essa bactéria teria um papel importante na origem desse câncer.

Os linfomas MALT são subdividos em linfoma de baixo grau e alto grau. Essa subdivisão é importante pois a agressividade do tumor, o tratamento e o prognóstico podem ser bem diferentes, dependendo do grau.

E quais os sintomas dos pacientes portadores de linfoma MALT?

Como todas as neoplasias, os sintomas inespecíficos de má digestão e a dor na parte superior do abdômen, são entendidos como comuns. A hemorragia digestiva, causando a anemia e o emagrecimento também podem ser sintomas apresentados.

A endoscopia é um bom exame para o diagnóstico dos linfomas de estômago?

Sabe-se que as que 50% das lesões encontradas são sugestivas aos olhos do endoscopista como uma lesão maligna. Esse dado é frustrante, pois quase metade dos linfomas MALT do estômago podem se apresentar de uma forma compatível com outros achados, com uma simples gastrite, sinais de espessamento da parede do estômago ou até mesmo algumas erosões (pequenas feridas).

Devido a essas características o diagnóstico do linfoma gástrico pode ser postergado.

Em suma, a desconfiança clínica e um bom exame endoscópico (com biópsia quando necessário) podem ser um bom caminho para o diagnóstico precoce do linfoma MALT de estômago, porém, as falhas no diagnóstico não são raras, podendo levar na demora da detecção do tumor.

Existe algum outro exame que pode colaborar para um melhor diagnóstico do linfoma de estômago?

A ecoendoscopia alta é um exame que atualmente esta sendo cada vez mais indicado para aprimorar o diagnóstico do linfoma gástrico. Apos a confirmação do diagnóstico pela endoscopia com biópsia, a ecoendoscopia surge com o papel de avaliar a profundidade do acometimento da doença nas camadas da parede do estômago e se existem linfonodos (gânglios) acometidos pelo linfoma. Essa avaliação da profundidade da doença na parede gástrico é importante pois há uma correlação entre a profundidade a gravidade do linfoma MALT.

Há tratamento para os linfomas MALT?

Quando o assunto é tratamento dos linfomas MALT gástricos, é muito importante saber se o linfoma é de baixo grau ou de alto grau.

Se a neoplasia for de baixo grau, somente a erradicação da bactéria H. pylori pode ser suficiente para que a doença entre em remissão, em alguns casos.

No entanto, nos linfomas de alto grau, além da erradicação da bactéria, a cirurgia, a quimioterapia e a radioterapia podem ser opções de tratamento.